quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Campanha nojenta


"O Nojo", de tempos a tempos, gosta de nos lembrar a todos o quão parcial é. A capa de hoje mostra bem ao que vem, ao inventar uma irregularidade no golo do Benfica, explicando que esta era mais "uma vitória a martelo", esquecendo-se do penalti por marcar contra o Porto nos últimos segundos do jogo, que poderia dar o empate ao Rio Ave.

Esta é uma campanha que tem sido implementada desde o momento em que o Benfica foi para a liderança do campeonato, procurando dar a entender que está a ser levado ao colo, ao contrário dos seus oponentes. Nada mais falso, bastando fazer uma análise imparcial a todos os jogos dos 3 grandes, sem entrar na demagogia de jornais como O Nojo ou comentadeiros avençados na televisão e jornais.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Bye Bye Enzo [Oficial]


É oficial, Enzo Perez vai embora a troco de 25 milhões de euros. Com 28 anos, era um negócio que não se podia perder. No entanto, estão para se ver as consequências desportivas desta venda. Num plantel já bastante delapidado em relação ao ano anterior, e agora sem o seu motor e pêndulo, ou JJ tira um coelho da cartola, ou os 6 pontos que temos de vantagem podem revelar-se curtos.

Mas seja como for, tenho confiança que este ano, sem a exuberância de outros anos, e quiçá, com uma ponta de Trapattoni em JJ, consigamos alcançar algo que já nos foge à muito: o bicampeonato.

Já agora, quem será o substituto de Enzo? Pizzi, Talisca ou Samaris? A opção lógica nem é nenhum destes, mas sim Ruben Amorim, para para azar dele e nosso, Ruben é fisicamente demasiado frágil para ser um jogador com a preponderância de Enzo no jogo encarnado.

Veremos amanhã se temos alguma pista.

Com ou sem Enzo, força Benfica, eu obviamente acredito!

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Desejos de Natal


34

34

34

34

34

34

34

34


Esqueçamos por um dia as saídas, o enfraquecimento do plantel, os falhanços na Taça e na Liga dos Campeões, e lembremos-nos que apesar de tudo isso, temos o segundo classificado a 6 pontos, e que estamos no bom caminho para algo já muito remoto no tempo:  o bicampeonato.

O meu desejo de Natal? O 34º campeonato!

Feliz Natal para todos!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Pinto da Costa abriu a boca...


E de lá saiu mais do mesmo: merda...

Blá blá, whiskas saquetas, Benfica para aqui e para acolá, nós somos uns santinhos e não fui apanhado em escutas com frutas e cafés com leite, blá blá, whiskas saquetas!

Este ano, todos são beneficiados, mas como sempre, nós apanhamos sempre com o rótulo de "levados ao colo". Interessante, tendo em conta que este foi o terceiro jogo do Sporting a ser claramente beneficiado pelas arbitragens e o Porto este ano não poder falar muito. Mas enfim, estratégias. Nada a que não estejamos habituados.


domingo, 21 de dezembro de 2014

Estes jogos dão títulos!


Todos os anos há jogos assim: fraquinhos, enervantes, com pouca qualidade. E era nestes jogos que não há muitos anos atrás perdíamos pontos e campeonatos. Como tal, apesar de não estar feliz com a exibição, a realidade é que os 3 pontos já cá cantam, e jogos destes não haverão muitos. 

Já agora, sim, a jogada que inicia o golo é irregular. Para muitos, não interessa muito o que se passe de seguida, pois havendo uma irregularidade, tudo o que se faça de seguida será sempre analisada à luz desse lance. Para esses, não vale a pena ler o restante. São os mesmos que fecham os olhos ao facto de os últimos dois jogos do Sporting ter havido erros em barda, que valeram um ponto no campeonato e uma passagem na Taça de Portugal, ou o Porto ter desbloqueado o jogo contra o Setúbal com um penalti no mínimo duvidoso. 

Quando ao jogo, sempre deu para ver um Talisca mais assertivo no meio campo, um Ola John em crescimento, e um César a fazer-me lembrar Luisão quando era mais jovem e ainda com muito potencial por mostrar. De resto, com tantas lesões, o jogo da equipa ficou mais perro, perdendo qualidade. Já agora, e eu nem sou de criticar em demasia jogadores, não posso deixar de apontar como Bebé um erro de casting brutal, que deveria ser resolvido já em janeiro, com o seu empréstimo. Nem gosto de me lembrar o que pagamos por ele... Enfim...

No final o que fica é que continuamos à frente com 6 pontos, e que janeiro e fevereiro costumam ser meses bons para nós. Mas é bom não esquecer que se Enzo sair mesmo, estes 6 pontos podem revelar-se insuficientes se não acharmos um substituto à altura, ou pelo menos, uma mudança tática que favoreça quem cá fica. 

De resto, viva o Benfica e um feliz Natal para todos!

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Faltou-nos a eficácia de domingo...


...ofensiva e defensiva.

Fizemos o suficiente para ganhar descansadamente, mas quando se dá o ouro ao bandido, é difícil acabar bem.

Para já, apenas o campeonato nos dá alegrias. Espero que essas se mantenham até Maio.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

A azia portista e uma opinião sensata


Dando uma vista de olhos por alguns blogs portistas, dá algum gozo ver as opiniões indignadas pela falta de justiça na vitória do Benfica e pela falta de reconhecimento público em como foram muito, muito, muito melhores. 


Apenas dois exemplos aqui e aqui, e uma opinião minimamente sensata e razoável a destoar aqui. Já agora, para se rirem com um portista a falar de Jorge Sousa, o ex super dragão, como o artista do apito, aqui.


Afinal, a filosofia do Lotopegui de perder e ser "melhor" é bem aceite e compreendida pela exigente massa adepta do Porto. Ainda bem. Que continuam a compreender por muitos e bons anos!

domingo, 14 de dezembro de 2014

Passo importante


Apesar de muitos apontarem os jogos nas Antas como um calcanhar de Aquiles de JJ, a verdade é que, apesar de não ser propriamente um conjunto de resultados ótimo, é ainda assim bastante bom comparando com o que foram os últimos 20 anos.

Hoje o Benfica, com um conjunto de individualidades inferior ao do Porto, foi no entanto muito mais equipa. Taticamente e mentalmente melhor, a vitória acabou por ser surpreendentemente natural. Lopetegui dsse que o Porto foi muito, muito, muito melhor. Pois, ao que parece, para o treinador do Porto ser melhor é ter mais posse de bola. E aí ganhou. Mas tirando aqueles dois cabeceamentos perto do fim do jogo, pouco mais fez com toda essa posse de bola. Mérito de JJ que soube montar muito bem a equipa, e dos jogadores, que souberam colocar em prática a estratégia, com muita calma, raça e concentração. E quando é assim, nenhum estádio do mundo nos pode atemorizar, mesmo que percamos.

Este foi um jogo muito importante, tanto pelos 6 pontos, como pela vantagem psicológica. Mas tudo isto apenas terá efeitos práticos se as vitórias continuarem nos próximos jogos. 

Destaques muito positivos para o nosso GR, que está nos últimos tempos a contrariar as minhas dúvidas, para André Almeida, que continua a calar muita gente, jogo após jogo, o fabuloso Gaitan, o goleador Lima, e claro, Luisão. Espero que a lesão seja leve e depressa volte ao comando da equipa. Uma palavra também para Enzo e Talisca.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

O tal clube que se diz diferente...


... anda a cantar sobre o Benfica nos seus jogos.

É lindo ver que o Benfica continua tão grande, e os seus adversários continuam tão provincianos...

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Eu ainda sou do tempo em que o Sporting...


... pagava a clubes adversários para antecipar o jogo da taça para poder limpar a penalização de um jogador seu e assim poder jogar contra o Benfica...

Pois é, fala-se do "caso" Belenenses de uma forma indignada, quando este "caso" foi já explicado pelo seu presidente. O único erro do Benfica foi não ter ele próprio esclarecido que não tinha nada a ver com o assunto. Mas claro, para sportinguistas mais iluminados, os esclarecimentos de nada servem, pois é tudo mentira e apenas eles sabem a verdade e são donos da razão e de toda a honestidade do futebol português. 

Pois é, eu ainda sou do tempo em que o Sporting pagava a clubes adversários para antecipar o jogo da taça para poder limpar a penalização de um jogador seu e assim poder jogar contra o Benfica, e de quando tinha vice presidentes a depositar dinheiro em contas de fiscais de linha.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Cada um tem direito à sua opinião...


... mesmo quando ela é tão ridícula, parva e absurda quanto esta:

retirado do Benfiliado

Este notável pedaço de prosa foi escrito por José António Saraiva que, pasme-se, é diretor de um jornal diário. Se Nani e Patrício teriam lugar na equipa do Benfica, dizer que "tomara" JJ ter Slimani, João Mário, Jefferson, Carrillo, Adrien ou Capel, é de rir às gargalhadas. Não que não tenham valor, mas dizer que Slimani é melhor que Jonas, João Mário melhor que Talisca, Jefferson é melhor que Maxi ou Sílvio, Carrillo melhor que Sálvio, Adrien melhor que Enzo, ou Capel melhor que Gaitan, é de alguém que fala sem nunca ter visto estes jogadores em ação, ou é de quem está sob o efeito de substâncias que fazem rir.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

O caso Tozé e a filosofia do FC Porto


Tozé, num jogo realizado contra o clube que o formou, e dispensou, fez um bom jogo, sofreu e marcou o penalti que deu na altura a vantagem à sua equipa, e mostrando amor ao clube por onde passou muitos anos, até pediu desculpa ao adeptos portistas a seguir à marcação do penalti.

Resultado?

Foi pressionado, insultado e achincalhado por elementos do FC Porto, que o acusaram de se fazer ao penalti (quem vir o lance, percebe bem o ridículo em que caíram treinador e outros elementos portistas). É esta a filosofia do Porto, que anos após anos, apenas vê o futebol como uma guerra, onde quem não está por eles, está contra eles. 

Está claro que elementos como Rui Barros, entre outros, estavam à espera que Tozé mostrasse todo o seu amor ao Porto, sendo pouco profissional para com quem lhe paga o ordenado, e pouco sério perante aquilo que se chama ética e transparência desportiva.

Acredito que haja portistas indignados por este caso, mas enquanto ficarem contentes com vitórias conseguidas com frutas e cafés com leite, já sem falar dos quinhentinhos, estão a confirmar e a aceitar a filosofia deste Porto. Aliás, perseguições a árbitros, pressões em túneis, coação, agressões a jornalistas, "guardas-abéis", corrupção, compra de árbitros, etc., quer queiram, quer não, fazem já na história moderna deste Porto. 

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Lopetegui, o novo artista do stand up comedy português


«Não vou falar dos árbitros, pois também vi o jogo com o Benfica e têm de fazer o melhor possível no jogo: só espero que na época comecem a acertar mais e que esta lhes corra bem. Temos uma diferença de três pontos e não tivemos sorte nalgumas decisões. Se tivesse havido esse acerto, a pontuação era diferente. São erros humanos dos árbitros. Mas entendo que algumas equipas se queixem das arbitragens na Europa, porque estão habituadas a ver os árbitros errar a seu favor.»

Floptegui dixit



Sem sequer falar do facto de termos um treinador portista que sempre que perde pontos a culpa é do árbitro (basta ver todas as conferências de imprensa dos jogos onde o Porto não ganhou), tem piada as coisas que este gajo diz. Então nas horas anteriores ao jogo, em vez de estar com a equipa, concentrados, o treinador andava a ver os jogos das equipas adversárias? Hmmm, cheira-me que flopetegui emprenha pelos ouvidos... 

E mais piada ainda tem quando o faz após um jogo onde tem um penalti contra bem marcado e outro contra por marcar. Ou seja, num jogo onde o Estoril tem razões de queixa, o Porto faz um chinfrim com as arbitragens. Onde é que já vi isto antes? 

E claro, como os sportinguistas preferem virar-se contra o Benfica, também eles emprenham pelos ouvidos, e aqui vai disto. O clube que foi realmente beneficiado esta jornada passa pelos pingos da chuva, e todos se viram para o Benfica, por causa de um fora de jogo mal tirado. Vamos contar todos os fora de jogos mal tirados nos 3 jogos de ontem, inclusives os deixados passar à equipa do Nacional? Mas isso seria honestidade a mais, e a maioria não quer. ´

Quanto à última frase de Flopetegui, o homem enganou-se, e esqueceu-se que fala do seu Porto. Mas enfim, o homem é novo, verdinho nestas coisas do futebol português, e ainda está à espera que os árbitros façam o seu trabalho ainda melhor.


Record: jornal ou pasquim?


Depois de ter colocado na capa há uns dias que há 20 anos que uma equipa portuguesa não marcava 4 golos a uma equipa alemã, quando na realidade o Benfica já o fez com JJ, agora pretende dar a entender que o golo anulado ao Sporting foi mal anulado, passando por cima das leis vigentes da arbitragem.

Que o Record nunca pautou muito pela sua isenção jornalística, já se sabe há muito, mas que se queira igualar a um qualquer O Jogo, Marca, Ás ou Sport, que mais são jornais clubísticos, já é uma novidade. 

Esta jornada mostrou 3 equipas grandes a jogar mal, apenas uma tendo ganho, enquanto as outras ficaram a estrebuchar com queixinhas à arbitragem. O Sporting com um golo bem anulado, por pura estupidez do Slimani, que se fez a uma jogada estando em fora de jogo. E as regras são claras quanto a isso, e nem os sportinguistas, nem o Record, têm a capacidade de as alterar.

Já o Porto foi beneficiado, já que viu um lance de penalti ser-lhe perdoado, tendo ainda a lata de se queixar da arbitragem. Mas também aqui nada de novo. 

Há muita lata junta nesta segunda-feira, que apenas é ultrapassado pela quantidade de Rennie gasta entre dirigentes, treinadores e jornalistas avençados.

Fraquinho...

...mas ganhamos. E nesta fase do campeonato, é fundamental. Depois de há duas semanas termos visto os nossos rivais se terem rido da nossa derrota em Braga, pouco se importando das expulsões, penaltis e foras de jogo por marcar, são os nossos rivais que se atrasam com queixinhas da arbitragem.  

Quanto ao nosso jogo, foi fraquinho, especialmente a segunda parte. Na primeira tivemos cabeça e força para dar a volta ao resultado, mas na segunda parte, fruto talvez do jogo europeu, quisemos controlar, sem nunca o ter conseguido. Muito maus os segundos 45 minutos, a deixarem-me bastante incomodado. Os nossos adversários logo vieram gritar aqui del Rei que houve um golo escandalosamente anulado (lol), quando o que houve foi um fora de jogo muito mal tirado, a partir do qual defesas e GR deixaram de jogar. Mas claro, como é habitual, sportinguistas e portistas têm olho para erros a favor do Benfica, e erros contra os seus clubes, desaparecendo todos os outros na bruma... E os lances em fora de jogo, bem perigosos, que não foram marcados na primeira parte contra o Nacional. Não conta, não é? A vitória é nossa, e colocar o ónus nesta arbitragem, como alguns querem fazer, é simplesmente ridículo. Mas enfim, ridículos já são muitos, por isso força. 

Sporting em 7º? oi?
Porto em 3º? Oi?


PS: JJ, aproveita bem esta paragem, que está na altura de começarmos a jogar um pouquinho melhor, ok?

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Sofrimento desnecessário


A equipa anda ainda um pouco "perra", razão pela qual ainda não tem aquela facilidade em definir os lances e concluir em golos aqui que produz. Tivesse havido mais eficácia e maior discernimento a rematar, e não se dava azo para dar uma importância desmedida a um lance em fora de jogo.

Este lance, que realmente é fora de jogo, mesmo que milimétrico, é agora ampliado e usado para colocar em causa da vitória do Benfica. Mas a verdade é que não coloca, nem por sombras. Além, claro, do pequeno detalhe de estar mesmo em fora de jogo. Mas também percebo a crítica ao fiscal de linha. Imaginem que não tinha marcado fora de jogo. Ele estava completamente fora do lance, e levantou a bandeirola, como podia não o ter feito. Certezas decerto que não as tinha. E isso é falta de competência.

Quanto aos jogadores, hoje não me apetece alongar muito, mas além do fantástico golo de Talisca, mais um, realce para a excelente entrada de Pizzi, a fazer lembrar Enzo, e a dar esperança que este não seja este ano chupadinho até ao tutano, e que tenhamos um substituto à altura quando inevitavelmente sair. 

Mais 3 pontos, e mais uma semana na liderança. Agora é esperar para ver o que os outros fazem. 

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

As capas dos jornais de hoje e como se branqueia um roubo...


Como já tinha dito ontem, estava curioso para saber como seriam as capas de hoje. Depois de um jogo onde houve duas expulsões perdoadas (uma delas aconteceu depois dos 90 minutos, quando devia ter ocorrido ainda a meio da primeira parte), e um penalti claro por assinalar (houve outro contra o Benfica, em que o jogador que sofreu falta estava um metro fora de jogo, por isso, desculpem lá, mas não conta).


A Bola, depois da capa revoltadíssima dedicada ao jogo do Sporting na Alemanha, não mostrou sequer qualquer indício que algo de errado aconteceu.

O Record apenas menciona que JJ falou num penalti sobre Gaitan.

O Jogo ainda vai mais longe, mostrando que ambos foram igualmente prejudicados por dois penaltis por assinalar. 


E pronto, é este o jornalismo isento e de qualidade que temos no mundo do futebol. Depois os jornalistas ficam muito ofendidos se alguém lhes faz críticas relacionadas com a ética do seu trabalho. Badamerda para eles! Quem tem uma visão parcial sobre os vários clubes, com tratamentos diferentes, não está a fazer um bom trabalho. Por mais que eles se escondam por detrás da sua suposta "independência"...


PS: este post não procura branquear o futebol jogado ontem, que como referi no meu post a seguir ao jogo, não foi o suficiente para sairmos de lá com a vitória. O empate seria merecido. Mas a verdade é que, com menos dois jogadores, o jogo teria sido muito diferente. 

domingo, 26 de outubro de 2014

Justo?


Primeiro ponto: este jogo merecia ter ficado empatado.


O Benfica entrou forte e mandão, controlando facilmente o jogo. Com o golo do empate tudo mudou. O Braga ficou por cima, tendo aí estado até à entrada de Jonas. Tal como o primeiro golo, também o segundo foi contra a corrente. Mas o que interessa é que elas entraram, e tudo o resto são "peanurs"... Na parte final podíamos e devíamos ter empatado, mas a sorte, e a pontaria, não quiseram nada connosco.


A sorte não quis nada connosco, mas a verdade é que também devíamos ter feito mais para a merecer.


Estou curioso com as capas de amanhã... Depois de Danilo ter escapado da expulsão a meio da primeira parte, Ruben Micael, por agressão, a meio da segunda parte, e um penalti que toda a gente viu menos o árbitro, será que teremos capaa em grande estilo com revolta, vergonha, roubo, e afins? 


PS: sábias e verdadeiras as palavras do adjunto do Braga no final do jogo: "Hoje jogamos com 15..."

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Roubo! Escândalo! Revolta!


As capas dos desportivos do dia seguinte à final da Liga Europa deste ano bem podiam ser idênticas à de hoje. Mas curiosamente, ou não, a revolta dos nossos jornais desportivos, e agentes ligados ao futebol em geral, com um roubo de igreja, apenas acontece para alguns. Relembro os mais esquecidos que a final da Liga Europa ficou marcada por 3 penaltis não assinalados a nosso favor, que certamente teria mudado o rumo daquele jogo. 


PS: Não quero com isto menosprezar o roubo de que o Sporting foi alvo. Uma expulsão exagerada e um penalti daqueles que daria para rir, não fossem as consequências tão graves. Quanto ao tão propalado golo em fora-de-jogo, aí o exagero é nosso...


PS2: Curiosamente, por altura da final da Liga Europa, os penaltis que por aqui passaram em claro, foram história em Espanha... 

sábado, 18 de outubro de 2014

Dizem que há um Porto-Sporting...


... mas o que me interessa mesmo é o Glorioso!

Começa hoje a festa do futebol, pelo menos para nós, já que as equipas das divisões anteriores já fizeram várias eliminatórias. Esta ida à Covilhã representa a essência do que é a taça. Ir aos campos das equipas mais pequenas, levando uma festa que apenas é possível ver na primeira Liga, à qual 95% dos clubes nunca chegará. 

Que seja uma festa bonita, e claro, com a vitória do Benfica!

Hoje teremos uma equipa um pouco diferente, mas com qualidade mais que suficiente para ganhar sem espinhas. Haja vontade! Ao contrário do que alguns dizem, não acredito que hoje joguem muitos jogadores da formação. Nem muitos nem poucos. Talvez durante o jogo algum entre. O Sp. da Covilhã não é nenhum papão, mas ainda assim é uma equipa da 2ª Liga.

Oportunidade para ver alguns dos menos utilizados, ver como Jonas funciona com o Derley, a evolução do Bebé e do Pizzi, e se Lisandro se assume como o par de Luisão.


A sem vergonhice e a fiha de putice do nosso futebol...


... tudo juntos numa só foto! Os meus parabéns ao fotógrafo!


sexta-feira, 3 de outubro de 2014

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Mau...


Muito mau...

A defesa a meter água. Júlio César a meter água. Cristante a meter água. O meio campo sem conseguir ter bola, e o ataque a vê-las passar, sem nunca ter a bola perto ou em condições mínimas.

A equipa nunca soube sair da pressão do Leverkussen, nem JJ soube dar a volta à situação. Começou mal lançando Cristante num jogo com esta dificuldade, onde teria toda a lógica reforçar o meio campo. Não o fez, e a equipa não se soube adaptar. Além disso, estando a defesa ainda bastante frágil, JJ deveria ter acautelado esta situação, dando menos hipóteses ao Leverkussen de ter tanta bola perto da nossa área, com as facilidades que se viram.

Foi muito mau. Ainda podíamos falar do árbitro, que falhou num lance capital, mas perante a ineficácia que revelámos, isso nem serve de desculpa. Foi uma derrota inapelável, que espero que seja alvo de uma profunda reflexão por parte de JJ, que foi quem hoje errou mais. Infelizmente, por muito que goste de Jardel e Eliseu, aqueles que eles substituíram eram melhores, e isso tem-se notado a léguas. 

O apuramento está cada vez mais longe, e mesmo o 3º lugar não é líquido. Bem sei que a prioridade deste ano é o campeonato. E concordo. O bicampeonato é fundamental. Mas escusamos de fazer estas figuras na Europa.  

Agora venha o Arouca, e não espero menos que uma resposta cabal da equipa perante esta péssima derrota. Mais que o jogo perdido, a exibição deixou-me verdadeiramente desgostoso.


PS: uma palavra para Luisão, que continua a ser verdadeiramente a alma desta equipa. Um capitão à altura do nosso clube!

terça-feira, 16 de setembro de 2014

De cabeça erguida! [e o Hulk é um palhaço!]


Um início mau demais terminou logo com o jogo. Felizmente, mesmo com a perca dos 3 pontos, a equipa mostrou depois grande força mental, tendo feito uma segunda parte de grande coração, esforço e raça, e com um pouquinho de sorte, e de melhores decisões arbitrais, podíamos ter discutido o jogo.


Pontos negativos

- primeiros 20 minutos com muitos passes falhados, dando origem a um primeiro golo oferecido;

- falhas defensivas graves, especialmente na primeira parte;

- saída de bola do Jardel (defensivamente não esteve mal);

- árbitro (bem na expulsão de Artur, bem ao assinalar o 2º golo, mas muito mal na amostragem de amarelos e em deixar passar um penalti claro na segunda parte).


Pontos positivos

- Luisão (é um verdadeiro capitão à Benfica);

- Enzo e Maxi incansáveis;

- Gaitan a levar a equipa para a frente e a mostrar que é verdadeiramente o melhor jogador desta equipa;

- Sálvio a dar tudo e a criar muito perigo;

- Atitude da equipa após o 0-2, com muita raça e querer.


PS: Hulk é um palhaço... Aquelas provocações aos adeptos no final, mesmo que disfarçadas, mostram bem ao que vem.

Passo maior que a perna


Eu sei que daqui a uma hora inicia-se a caminhada na Liga dos Campeões, e logo com um jogo com aquela que é talvez o melhor plantel do grupo, ainda por cima com vários jogadores que já passaram pelo Benfica de JJ, e com grande preponderância. 


No entanto, e antes que me foque totalmente nesse jogo, não queria deixar passar uma situação que, não me deixando contente, mostra como certas decisões acabam por revelar-se incorretas. Isto a propósito da saída de Ricardo Chéu da liderança da equipa técnica do Penafiel, ao fim de apenas 4 jornadas. Ricardo Chéu, para quem não sabe, estava há um ano a treinar na terceira divisão, tendo sido aposta no Académico de Viseu, na 2ª Liga, quando tiveram de trocar de treinador já no decorrer da época. Ricardo Chéu aproveitou a oportunidade e o Ac. Viseu fez uma segunda volta muito boa, passando dos últimos lugares para o primeiro terço da classificação, onde andou durante algum tempo perto dos lugares de subida. 


No final da época foi-lhe proposto a continuidade, de modo a tentar a subida este ano. Contudo, há última da hora, o acordo de cavalheiros foi quebrado, e Ricardo Chéu preferiu ir para a 1ª Liga. Compreensível, mas mostrando também alguma falta de respeito e carácter. No final, o passo foi maior que a perna, acabando agora numa posição onde dificilmente encontrará lugar novamente na 1ª Liga. Por vezes é bem melhor subir gradualmente, que tentar voar com as asas ainda a crescer. 


E agora, venha o Zenit, que estou com pica para dar uma coça no Vilas Boas, Hulk e companhia!

domingo, 14 de setembro de 2014

Voltou o choradinho...


Num fim de semana onde mostramos bom futebol e um cheirinho do rolo compressor, os nossos adversários diretos perderam pontos.


O Sporting, após uma época inesperadamente boa, começa a sentir aquilo que muita gente já pressentia: pressão em demasia para a verdadeira valia do plantel. Mesmo com a chegada de Nani, claramente um jogador de nível muito mais alto que os restantes colegas, a verdade é que se não o souberem aproveitar bem, pouco se conseguirá. No final parece que se queixaram da arbitragem, sem se saber muito bem porquê, já que há um penalti por marcar contra o Sporting e a expulsão percebe-se. O Jefferson foi burro, coisa que Nani não foi.


Já o Porto, mantendo uma tradição de alguns anos, sempre que perde pontos a culpa é sempre do mesmo. É engraçado que ouço muitos portistas a orgulharem-se de, ao contrário de outros, não deitarem as culpas noutros (pudera...), mas sempre que há alguma razão de queixa, aqui del rei, que são sempre prejudicados.... A coerência é muito bonita, e a hipocrisia portista tem anos.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Os mais cínicos dirão...


... que JJ já tem desculpa para não passar outra vez aos oitavos.



Os mais "realistas" dirão...

... que o Benfica é candidato a ganhar... a Liga Europa.



Da minha parte apenas digo que venha o que vier, o Benfica tem de estar à altura dos seus pergaminhos. São equipas de qualidade, algumas delas a abarrotar de dinheiro e de estrelas pagas a peso de ouro, e a essa realidade não se pode fugir. Mas como sempre, acredito na nossa equipa e na capacidade de JJ. Mas convenhamos, não haverá um único jogo para descansar. A sorte desta vez ficou toda nos outros clubes nacionais.


quarta-feira, 27 de agosto de 2014

A estupidez lagarta, elevado ao infinito


Aparentemente, há quem queira do outro lado da segunda circular, diabolizar JJ. Neste blog, tido como sportinguista, e como tal, do tal clube diferente, querem fazer crer que JJ deve ser expulso de sócio do seu clube de coração e de infância, como um argumento muito vago sobre ele costumar denegrir o Sporting.

Pois bem, é nestas alturas que vemos os lagartos a saírem das tocas, com coisas tão estúpidas que me fazem rir. Então o homem, que tão generoso tem sido nas suas declarações nos últimos anos sobre a qualidade dos plantéis do Sporting, mas que ao mesmo tempo, defende naturalmente o clube que lhe paga os ordenados, deve agora ser transformado num criminoso qualquer? Porquê, apenas porque diz aquilo que não querem ouvir? Apenas por não entrar na ladainha habitual do choradinho sempre que o Sporting perde com o Benfica. É que sinceramente não me lembro nos últimos anos de um jogo em que tenham sido derrotados em que a culpa não tenha sido do árbitro. Sempre do mesmo... Claro que os erros dos árbitros contra o Benfica já não contam... Pfff... Penaurs!

Para todos os lagartos (lagartos, não sportinguistas): curem-se!

E cá vos esperamos no domingo para o que der e vier!

E domingo há derby

O golo mais bonito que alguma vez vi na Luz!

E venham eles!


terça-feira, 26 de agosto de 2014

Mais um para o estaleiro


Gosto muito de Ruben Amorim, e considero-o um dos jogadores mais importantes do plantel do Benfica. Infelizmente para ele, e para nós, o seu historial de lesões continua a aumentar, obrigando uma ida ao mercado. O problema, além de se ter de gastar mais dinheiro, é mesmo o tempo que demora a ensinar aquilo que o Ruben já sabe da forma como o Benfica joga e da forma como JJ quer. E não é fácil encontrar um jogador taticamente tão bom como o Ruben.


Já agora, e que tal JJ fazer como Lopetegui e apostar em João Teixeira para ser uma opção para o meio campo? Não digo dar-lhe a titularidade, pois penso que vimos na pré-época que ainda tem de crescer bastante, mas jogar com regularidade, de modo a ser uma opção daqui a alguns meses?

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Regresso ao passado, mas com outra força!


Sim, eu sei que este Boavista é bem mais fraco que outros anteriores.

Sim, sei que este Benfica é, para já, um pouco mais fraco que os anteriores.

Mas também sei que, há alguns anos atrás, jogos destes, com dois autocarros atrás, e com um árbitro a errar de forma "humana", era o suficiente para ficarem lá 2 ou 3 pontos. 



Na realidade, são raros os anos em que o Benfica de JJ não começa fraco, crescendo depois ao longo da temporada. Por isso, 3 jogos, 3 vitórias, uma supertaça e 6 pontos no campeonato, não é mau. Basta lembrar outros anos para perceber que não é mesmo nada mau. 

Mas claro, isso não significa que não tenhamos de melhorar. E bastante! Mas para já, não está mau. Por isso, profetas da desgraça, calma! Podia ser pior. Bem pior!

sábado, 9 de agosto de 2014

Sangria na formação


Que a formação sirva para ser rentabilizada, tudo bem por mim. Mas seria bom que fosse rentabilizada financeira e desportivamente. Na realidade, nos últimos anos, não se tem aproveitado nada do que vem da formação. Até porque quando se fala de formação é preciso entender que os primeiros anos como sénior também fazem parte da formação. 

As saídas de Ivan, Cancelo e Bernardo, ao que parece, são definitivas. Independentemente do valor de cada um, eles, e nós adeptos, mereciam que pudessem provar o seu valor na Luz, cumprir o seu sonho, e dar-nos a nós adeptos jogadores da mesma estirpe que nós: benfiquistas que sofrem com a camisola. A sua saída talvez tenha sido inevitável. Talvez. Se forem verdade os 15M por André Gomes e os 30M por estes três, é um proveito brutal da formação. Mas quanto seriam se continuassem a sua evolução mais algum anos na Luz, com as mesmas oportunidades que outros que vêm sabe-se lá de onde? Até podiam ser menos, mas podiam ser mais. 

Nós benfiquistas sonhamos com jogadores da nossa formação no plantel principal, mas mesmo com uma formação muitos níveis acima de há alguns anos atrás, continuamos na mesma. Claro que muitos acabam por não mostrar a capacidade suficiente. Por exemplo, Nelson Oliveira continua a desiludir-me. Mas também é verdade que a paciência dada a outros vindos de fora é maior do que aquela dada aos nossos. E se isso é um erro e um defeito do nosso treinador, é igualmente uma fraqueza da nossa direção. Se a política desportiva fosse essa, JJ não teria outro remédio...

Se esta crise pode ter algum efeito positivo, que seja o de obrigar o Benfica a apostar mais na sua formação a partir de agora. 

Preocupações fundadas... O BES e o Benfica


Se é realmente verdade que o Benfica tem 200M para pagar, o crédito que teria no BES desapareceu, e que todas estas vendas têm por objetivo este pagamento, então que se admita esse facto e se reduza substancialmente o passivo. Depois, joga-se com o que se pode e que se aproveite a formação. Infelizmente, a saída dos nossos melhores valores, especialmente Bernardo Silva, não augura nada de bom.

Um milagre económico apenas é verdadeiro se for sustentável. Se for sustentado num banco, que ao cair nos leva atrás, então é apenas gestão financeira. E essa gestão, convenhamos, deveria ser melhor, caso contrário, não estaríamos tão dependentes. Mas atenção, ao contrário do que muitos possam pensar, os nossos rivais não estão melhores que nós. Bem pelo contrário. Mesmo que a situação atual não o pareça. 


terça-feira, 5 de agosto de 2014

Desastre anunciado ou pessimismo exagerado?

Tenho andado sem saber muito o que dizer nesta pré-temporada. Não pude até agora ver praticamente jogo nenhum nesta pré-época, e aquilo que vi deixou-me um pouco assustado. Não vejo praticamente nada do futebol que assistimos nos últimos anos. Basicamente está a decompor-se uma equipa para se formar uma nova. Mesmo que muitos titulares ainda fiquem, é claro que os melhores estão a sair. 

Obviamente que isto requer tempo, dada a maneira como foram planeados os jogos da pré-temporada, as derrotas acabam por ser naturais. Afinal, nós não andamos a jogar com equipas da 2ª e 3ª linha. Com essas nós também ganhamos... De qualquer maneira, o que mais me assusta não é a menor qualidade do plantel. Mesmo com menos qualidade, não deixa de ter muita. O que me assusta é o tempo que vai demorar até a equipa apresentar as ideias de JJ no campo. Eu não tenho dúvidas de que acabará por acontecer, mas será a tempo de lutarmos pelo bicampeonato? É que este deveria ser o grande foco do Benfica, e na verdade, está claro que não é. 

Eu não faço futurologia, e por isso não posso dizer que vamos ou não vamos ganhar títulos. O que sei é que LFV disse uma coisa e está neste momento a fazer outra. Como é possível estarmos a desbaratar tão despudoradamente a hipótese de ganharmos dois campeonatos seguidos? Ter a hegemonia no futebol português não é ganhar um campeonato de festa em festa...

Quanto às derrotas, não me sinto particularmente assustado. Ainda sou do tempo em que éramos todos os anos os campeões da pré-época, para depois descambarmos no campeonato. Esse título não me importo de perder para outros. Até porque, na zona mais afetada, a defesa, há razões para tantos golos sofridos. A forma das equipas de JJ defenderem é muito complexa e necessita de muito tempo para ficar oleada. Não me esqueço do ano passado, que apenas a partir de dezembro/janeiro a equipa estabilizou (e sim, a entrada de Oblak foi importante, mas não, não foi essa entrada um milagre que mudou tudo). No primeiro terço da época sofríamos golos em barda, e numa defesa experimentada e quase toda rotinada entre si. Por isso, a dada altura isso irá mudar. E quando mudar, tudo melhorará.

Relativamente a saídas, LFV devia explicar o que mudou desde a última entrevista quando disse que não era necessário vender mais, e de repente, passar a vender tudo o que se mexe no Benfica. Os que me seguem sabem que não sou vieirista ou contra vieirista. Vejo as virtudes e os defeitos, e aponto os erros quando existem. E esta pré-temporada são erros atrás de erros, sem quaisquer explicações aos sócios. 

Por fim, lembro-me de algumas discussões com pessoas que me diziam basicamente que os sucessos do Benfica se deviam a LFV, que dava todas as condições a JJ, mas que os insucessos, esses, eram da inteira responsabilidade de JJ. Pois bem, o que me dirão este ano? Que argumento ou racionalização farão para continuar defender a ação do nosso presidente na gestão do futebol?

Desastre anunciado ou pessimismo exagerado?

Eu quero acreditar que é claramente o segundo. Aliás, acho mesmo que é o segundo. Mas há condições importantes para que seja mesmo o segundo. Artur está com sem confiança há mais de um ano, e não me parece que volte a tê-la no Benfica. É urgente um GR de qualidade para ser titular. Também é necessário dar a JJ um médio defensivo e um avançado, para que ele equilibre a equipa. 

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Adeus Tacuara


Marcaste uma época na Luz como poucos nas últimas duas décadas conseguiram.

Com os teus golos deste-nos muitas alegrias, mas mesmo assim, em cada jogo tinhas de calar muitas vozes que não te compreendiam. Tudo isso pouco importa, e daqui a uns anos, todos se lembrarão do enormíssimo avançado que tu foste! 

Irei ter saudades...


"Tomem cuidado, ele é perigoso, ele é o Óscar... Tacuara... Cardozo!"

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Éder no Benfica

Benfiquistas antes do mundial: 

"O Éder é que era! Grande ponta de lança!"


Benfiquistas após o mundial:

"Éder no Benfica? Não queremos cá coxos!"


Nem tanto ao mar, nem tanto à terra, já dizia o outro. Nem antes era o melhor, nem agora é o pior. Não sei se vem, ou se deixa de vir. Prefiro comentar contratações após estarem contratadas. Mas seria bom haver mais calma nas apreciações aos jogadores. Como é o caso de Bebé. Grande potencial, mas por enquanto apenas isso. Conseguiremos tirar dele o que ainda verdadeiramente ninguém conseguiu? 


PS: Se Gaitan e Enzo saem, penso que ficamos em 3º lugar nos candidatos ao título. Mesmo com um plantel mais valioso ainda assim que o Sporting, o entrosamento conta muito, e com tudo isto, poderemos ficar sem praticamente o 11 campeão. E outro 11 campeão, construído quase do zero, demora a fazer. 

terça-feira, 22 de julho de 2014

Monte de merda


Desculpem o off topic, mas há muito monte de merda por aí, a começar por um ministro da educação que tinha idade para ter juízo... Ou pelo menos, para mostrar coerência nas suas palavras e ações. Mas infelizmente, são poucos os que dizem uma coisa, e logo que chegam ao governo, fazem outra.

Já agora, e independentemente de partidos, há também muito monte de merda nos dois principais partidos. Uns porque agora estão contra, quando antes estavam a favor. E os que lá estão agora, acérrimos defensores de uma prova (aka testes psicotécnicos) que não serve para nada mais que mandar mais uns profs para a rua, quando antes eram acerrimamente contra ela. 

Conto aqui um pequeno episódio quando há uns anos atrás, quando me envolvi na luta contra a prova de "acesso" (porque de acesso não tem nada, já que ninguém entra na carreira se tirar "positiva" ou mesmo 20). Quando juntei 12000 assinaturas numa petição e fui ao parlamento apresentá-la, o mesmo grupo de deputados "professores" do PSD que agora aponta o dedo aos professores, e fala de dignidade e coisas que tal, e que defende a "qualidade" que esta "prova" vem dar, foram os mesmos que me garantiram em mão e olhos nos olhos que eram contra e que iriam lutar contra ela. Pois bem, assim o fizeram, até Sócrates cair. Entretanto Passos foi para lá, e abracadabra, tudo mudou. Montes de merda!

E por falar em montes de merda, assino por baixo este post no Aventar. 


PS: mais uma vez desculpem o off topic, mas precisava de tirar isto do meu sistema. Os habituais do costume, que falam de tudo sem saber de nada podem aparecer a atirar as primeiras pedras. 

Sportinguistas boicotam a Benfica TV


Milhares de sportinguistas, indignados por não terem visto a grande comemoração da vitória na Taça de Honra de Lisboa, estão agora a boicotar a Benfica TV, deixando de pagar a mensalidade. Pelo menos até Setembro!

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Sporting TV, Benfica TV, e o ressabiamento e incoerências de Bruno de Carvalho


No dia do lançamento da Sporting TV, Bruno de carvalho, como não podia deixar de ser, falou da... Benfica TV. Continua a ser sintomático esta necessidade de falar do Benfica, mesmo em momentos importantes do próprio clube...

Mas pegando no que Bruno de Carvalho falou sobre a Benfica TV, percebe-se que há ali algum ressabiamento por o Benfica ter feito algo que mais ninguém conseguiu, utilizando argumentos incoerentes, e nalguns casos, omissos e pouco transparentes. Ora vejamos o que Bruno de Carvalho disse:


"Não acreditamos no modelo em que os clubes transmitem os seus jogos em directo. Se queremos rigor e verdade desportiva, não nos parece que seja bom que os clubes possam fazer a transmissão [dos jogos]. Se há castigos, são decorrentes das imagens e essas podem ser manipuladas. Não podemos fazer aquilo que criticamos aos outros. Queremos transmitir as modalidades, a equipa B e as camadas de formação. Não é nossa ambição passar os jogos do futebol sénior"


Vamos por pontos:

1º - quando à verdade desportiva, basta lembrar que a Sporttv, "independente e livre", por várias vezes adulterou e omitiu imagens importantes, que deveriam levar a castigos, e onde tal não ocorreu. Pelo contrário, a Benfica TV, só para dar um exemplo, enviou por própria iniciativa imagens que resultaram num castigo a um dos jogadores mais influentes do Benfica.

2º - Não parece bem transmitir os jogos de futebol, por causa da verdade desportiva e afins, mas transmitir jogos da equipa b e modalidades já está tudo bem. Já agora, porquê? Não são também modalidades desportivas e nalguns casos profissionais? Não tem também de haver verdade desportiva aí?

A coerência é uma virtude, e Bruno de Carvalho apenas mostrou com estas palavras, ressabiamento e pouca coerência. Mas pronto, falar mal do Benfica para "unir" os sportinguistas é uma estratégia bastante antiga...

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Cristiano Ronaldo e André Gomes


Jogadores de valor incomparavelmente diferente. O que têm em comum? Saíram de Portugal por 15M...


Mau negócio do Sporting.


Fantástico negócio do Benfica!


Boa sorte André Gomes. Se jogares sempre como na Luz contra o Porto na taça, não duvido que tenhas um futuro risonho. Se jogares como fazes habitualmente, vais penar bastante...

Saída de Oblak já é oficial


Vamos ser claros. Quanto ao negócio em si, é muito bom. 16M por um GR já não é facilmente visto. 16M por um GR de 21 anos, apenas com 6 meses a titular numa equipa grande, então deve ser inédito. Aliás, esta é o quinto valor mais alto de sempre dado por um GR. 


Numa pré-época um pouco diferente, esta venda teria sido vista como excelente. Contudo, o problema é que a esta se juntam mais umas quantas. Markovic, Rodrigo, Siqueira e Garay. Assim de repente, são 5 titulares a menos. E vamos ver se ficamos por aqui. Numa altura em que outros se reforçam com pujança, nós desbaratamos o nosso plantel campeão. 


Muito por aqui passa a insatisfação por esta, e outras saídas. Além do mais, alguns, ingénuos e românticos como eu, viam Oblak como o GR do Benfica nos próximos 5 a 10 anos... 

terça-feira, 15 de julho de 2014

Em dia de descanso, altura para homenagear o herói Tiago Machado


Ontem Tiago teve uma queda bastante grave, que praticamente o deixou de fora do Tour. tendo ainda sido dado como fora da corrida, por abandono. Tiago fez das forças coração, e arriscou fazer 100km sem a certeza de que poderia continuar no Tour. Chegou mais de 40 minutos após Nibali, tendo sido aplaudido de pé por todos os que lá se encontravam, e apesar de estar fora do limite, os comissários decidiram abrir uma exceção e permitir que continuasse em prova.

queda



O ciclismo é um desporto para duros, não haja dúvidas, e quem está habituado a andar, sabe bem o sacrifício que implica, especialmente após uma queda forte. Tiago Machado foi um herói, e foi premiado com a continuidade em prova. Agora, quem sabe, ainda torna esta participação mais épica, ganhando uma etapa mais lá para a frente. 


Uma última palavra para Rui Costa, que continua a fazer uma excelente prova, e que está na luta pelo top5. Apesar dos problemas físicos (pele em ferida na zona do selim), continua a mostrar-se bem, mesmo que não o suficiente para Nibali. Mas este, se continuar com este ritmo, é apenas o próximo vencedor do Tour 2014.

Pancadaria pelos lados das Antas


Aparentemente Rolando está a forçar a saída devido a salários e prémios em atraso, e a situação deu origem a pancadaria entre empresários, entre os quais o filho de Pinto da Costa.

Ver notícia aqui.


Surpreendentemente, nenhum jornal desportivo chamou o assunto à primeira página, e ainda não confirmei se falaram sequer. Nos sites nada é sequer mencionado.

A nossa imprensa desportiva, tão célere a dar manchetes de assuntos bem polémicos noutros clubes, continua a sua saga de silêncio sobre tudo o que envolve o Porto. 

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Desculpem lá, mas é uma vergonha e um escândalo!


Messi o melhor neste mundial?

A sério? A sério a sério?

Então e Robben, James, Mascherano, Kroos e Muller? Nenhum deles foi melhor e mais influente que Messi? Especialmente Robben...


Isto de darem prémios apenas pelo nome é mau. Muito mau. Será isto uma forma de prepararem a sua candidatura à Bola de Ouro? Será escandaloso que Messi este ganhe a Bola de Ouro. Mas enfim, se ganha o prémio de melhor do Mundial desta forma...

Tiago Machado em 3º no Tour


Ontem foi uma etapa louca no Tour. Toni Martin, a fazer jus à sua fama, fez um contra relógio de muitos kms contra um grupo de perseguidores, não tendo perdido um segundo sequer durante dezenas e dezenas de kms. Verdadeiramente fantástico. 


Para tornar o dia mais interessante, a Astana, de Vincenzo Nibali, deixou o grupo de fuga onde estava Tiago Machado chegar com uma diferença de quase 5 minutos, o que permitiu uma mudança de camisola amarela e a chegada de Tiago Machado ao pódio do Tour. Mesmo sabendo que esta fuga apenas resultou porque a Astana assim o quis, não deixa de ser um dia importante para o ciclismo português. Parabéns a Tiago Machado!


Quanto a Rui Costa, apesar de ter baixado alguns lugares, continua junto aos principais, gerindo a sua corrida de uma forma muito inteligente. Veremos como se porta hoje, na primeira verdadeira chegada de montanha. 

domingo, 13 de julho de 2014

Alemanha Campeã do Mundo


Foram de longe a melhor equipa da competição.

Foram uns merecidos vencedores.

E Rui Costa já vai em 8º lugar no Tour


Uma etapa sempre junto aos melhores, apenas perdendo alguns segundos no fim fruto de um problema técnico, mostram que Rui Costa, para já, está bem e recomenda-se. Só é pena que a equipa não lhe dê as garantias de um trabalho de verdadeiro apoio ao líder. Apenas Nélson Oliveira o tem feito.


Vamos ver como corre hoje e amanhã, e saberemos que Rui Costa teremos para o resto do Tour. Para já, os dois principais candidatos mostraram-se ontem: Nibali e Contador. Ambos muito bem e muito fortes. 

E o pesadelo continua...


O Brasil, como se esperava, nem um pequeno assomo de orgulho conseguiu ter e vencer o último jogo com a Holanda. Seria difícil, num grupo destruído fazer alguma coisa ontem.


Agora só falta saber quem é o grande campeão. Se fizesse ma previsão, e tendo em conta o que se passou neste mundial, a Alemanha é favorita. Claramente. Melhor equipa, melhor organização, melhor gestão do esforço, etc. Enfim, tudo melhor. Mas, o futebol é assim mesmo, imprevisível, e um jogo menos bom pode deitar a melhor equipa abaixo. Basta lembramos-nos da final da Liga Europa... :-(


Pela minha parte, quero apenas um bom jogo, digno de uma final!

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Lisandro Lopez novamente emprestado


Sou sincero: estava convencido que este jogador, que se mostrou em bom plano na Liga Espanhola, seria uma das soluções, juntamente com César e Jardel, para o centro da defesa. Pensava mesmo que essa posição estava já preenchida, tendo o Benfica que preocupar-se sim com outras áreas. Pelos vistos não é bem assim. Não vou dizer que é uma boa ou má decisão, mas que me surpreende, isso sim. 


Desta forma, parece claro que o Benfica está no mercado por um defesa-central já feito, para titular ao lado de Luisão. Jardel continua para mim a ser um excelente 3º central, e César virá para aprender e preparar-se para mais tarde ocupar um lugar mais destacado. Isto claro, se entretanto não for recambiado ou não mostrar a qualidade pretendida.

quinta-feira, 10 de julho de 2014

O ânus do Mascherano


Ao que parece, Mascherano rasgou o ânus num corte providencial a um remate de Robben, que de outra forma teria dado golo. 


Pode-se assim dizer que toda a Argentina pode agradecer por Mascherano ter dado o ânus às balas, neste caso, às bolas.

Red Pass mais barato


Pelo segundo ano consecutivo, o Red Pass baixa o preço, aproximando-se mais daquilo que é a realidade portuguesa. E mais, este ano há uma evolução, que vem ao encontro do que muitos de nós defendíamos. Assim, existe o Red Pass habitual (sem desconto), com um preço a partir de 99€ (há um ano era 120, e há dois era 150), com direito aos jogos da equipa A e B. Depois há a novidade, um Red Pass com todos os jogos da época em casa, incluindo competições europeias, Taça Eusébio e taças nacionais. Esta opção tem um valor mínimo de 185€. 


185€ para todos os jogos na Luz é um valor comportável e muito vantajoso. Após tanto tempo a criticar a direção pelos preços altos, penso que no ano passado já se fez algum esforço (podia-se ter feito mais na minha opinião), e este ano os preços do Red Pass e as várias opções são também um bom sinal. 

Alemanha - Argentina


Depois daquele jogo entre a Alemanha e o Brasil, tudo o que acontecesse ontem seria sempre menos surpreendente. Mas nunca esperaria um jogo tão insosso... Ou Messi está a guardar-se para a final, ou a Alemanha é claramente favorita a ser campeã mundial.


Quanto à Holanda, fico especialmente com pena por Robben, que fez um Mundial fantástico, sempre em rotação máxima. Para mim, até agora, o jogador deste Mundial. 

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Os empresários de futebol e Scolari


É interessante que se dê tanta importância ao que empresários de futebol têm a dizer, quando na realidade, pouco ou nada têm a oferecer. Além de tratarem da vidinha dos seus jogadores, eles pouco mais fazem que receber comissões e entalar todos aqueles que os impeçam de fazer mais dinheiro. Independentemente daquilo que é melhor para os seus jogadores, os quais estão a representar e a defender. Alguns ainda fazem o seu trabalho de uma forma ética, mas muitos nem por isso.


Quem me está a ler deve pensar que estou a falar em Oblak. E agora que falo nisso, serve perfeitamente para esse caso. Mas não, lembrei-me de escrever isto pelas palavras parvas e estúpidas de um empresário de futebol de dois jogadores brasileiros, e que se achou no direito de achincalhar e insultar Scolari. O homem tem as suas culpas, e vai sofrer as consequências. Mas vir ouvir desaforos de alguém que não dá ao futebol deve custar. Dos adeptos percebe-se. Dos responsáveis, percebe-se. De parasitas do mundo do futebol, já não. É nestas alturas que aparecem todos os sábios do mundo, que já sabiam disto e daquilo!


Deixo aqui a "mensagem" do empresário de Neymar e Robinho para o ainda selecionador brasileiro.

 “6 requisitos para ser técnico da seleção brasileira:
1- Ir treinar a seleção de Portugal e não ganhar nada. 
2 – Ir para o Chelsea e ser mandado embora. 
3 – Ir treinar o Uzbequistão. 
4 –Voltar ao Brasil, pegar uma equipa grande e descer para a segunda divisão. 
5 – Pedir demissão 56 dias antes do final do campeonato para não descer de divisão. 
6 – Ser velho babaca, arrogante, asqueroso, prepotente e ridículo.”

Wagner Ribeiro dixit

Não fica pedra sobre pedra


O jogo de ontem foi um marco. Não sei o que aí virá, mas certamente que haverá uma discussão à volta do seu futebol como nunca deve ter havido. Perder goleado é mau, especialmente para uma grande equipa. Perder em casa, nas meias finais de um mundial, por 7-1, é algo de surrealista. 


Culpas? Imagino que cada um tenha alguém a quem apontar o dedo. Scolari será o primeiro. E poucos se lembrarão como é que ele apanhou a seleção brasileira, e a evolução que fez nela. Mas um resultado destes vai apagar tudo o que ele fez. Os jogadores? Têm a sua quota parte. Pareciam baratas tontas em campo. De qualquer forma, o treinador tem sempre a culpa maior, e este jogo, falhou tudo o que é a sua responsabilidade: organização, táctica e motivação para a concentração.


Daqui a alguns anos, quando falarem deste mundial, poucos se lembrarão do vencedor. Mas todos se vão recordar do 7-1 da Alemanha ao Brasil, em sua casa, na meia final.

terça-feira, 8 de julho de 2014

Oi?


Alemanha 7 - Brasil 1

E de repente, este campeonato do mundo tem talvez o resultado mais histórico e surpreendente de sempre!

Lapidar


"A forma como sai, como abandona, completamente errado e invertido dos valores e dos princípios e por isso não merece o meu respeito, seguramente".

[...] a "legitimidade, não tira maneiras, não tira educação". "Oblak, há seis meses atrás começou a jogar. O Benfica deu-lhe essa projecção, deu-lhe essa dimensão e deveria ter tido uma atitude bem diferente daquela que teve".

António Simões sobre Oblak


Penso que não está em causa a saída mas sim a forma como se processou. Podem vir com argumentos de que ele ficou "chateado" com JJ, e afins. Essas razões valem merda! Ele tem contrato, ele era titular, e se sai, é simplesmente porque quer. Muitos esquecem-se que quando JJ teve a hipótese de voltar a colocar o Artur na baliza, quando todos estavam convencidos que ele o iria fazer, no jogo com o Porto, ele apostou definitivamente em Oblak. Por isso, virem com declarações de há um ano, entretanto provadas em contrário pelo próprio, não serve de grande pedra de arremesso.

A verdade é que não gostei de como saiu. É natural a sua saída, iria acontecer, mas há formas e formas de o fazer. E não me venham com as tretas dos empresários. Oblak já é crescidinho para saber o que faz. 

Oblak e Patrício


Já ouvi muitos sportinguistas a colocarem em causa os 20M, e até alguns, os 16M que o Atlético terá de desembolsar se quiser levar Oblak, mas ao mesmo tempo, a ficarem discretamente contentes pela saída.


É uma sensação lixada, essa de não se saber se devem rejubilar pela saída de um grande GR do seu rival, ou se chorar por não conseguirem que o seu GR, titular da seleção e com muitos mais anos de titularidade num clube grande, saia por valores sequer parecidos.


Indignação sportinguista!


Aparentemente, os sportinguistas estão indignados porque o melhor jogador do campeão nacional, o mais influente e aquele em que a equipa campeão nacional, vencedora das três competições nacionais e finalista da Liga Europa, foi considerado o melhor jogador do campeonato.


Já tinha saudades dos vizinhos do lado!


Não há nada como os sportinguistas para me fazerem rir!

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Saída de Oblak


Eu percebo a necessidade de todos os anos fazer dinheiro. Apesar das palavras de LFV, a verdade é que ninguém com o mínimo de bom senso não percebe que é esta a única forma possível, atualmente, para conseguir manter um determinado nível.

Contudo, continuam a haver coisas no Benfica que me fazem confusão. Isto de um jogador chegar, ser trabalhado para atingir determinado nível, e ao fim de um ano sair, não é a forma de se ser hegemónico. Há casos onde o Benfica pouco poder tem, como foi Ramires, e como é agora Markovic. Negócios que a não serem feitos como foram, nunca se teriam realizado. Ok. 

Oblak, por exemplo, deveria ter uma cláusula de rescisão muito superior. Este é daqueles jogadores que teriam que ficar. Não por um ou dois anos, mas pelo menos durante os próximo 5. E se ele for tão bom quanto parece, ao fim desses 5 anos, continuaria a valer o que já vale. Oblak seria a garantia de ter um GR de nível mundial, de uma forma prolongada. 

Tenho muita pena por Oblak sair, ainda para mais por ter sido um exemplo quase perfeito de como deve o Benfica trabalhar os jovens valores que contrata. Sempre perto, em clubes da primeira divisão, com nível de dificuldade crescente. 

Agora venha o próximo. Estou bastante curioso quem vai ser. Voltaremos às experiências, ou iremos buscar alguém já com provas dadas? Se for esta última opção, quem? Português não existe ninguém que possa vir para cá, e estar a um nível próximo de Oblak. 

Mais um dos grandes a deixar-nos...


Depois de Eusébio e Coluna, mais um monstro do futebol mundial a deixar-nos neste ano de 2014. Uma vida plena e um legado, é o que Di Stefano deixou a todos aqueles que gostam de futebol. Tal como Eusébio se confundia com o Benfica, assim era Di Stefano em relação ao Real de Madrid.




sábado, 5 de julho de 2014

Talisca no Benfica


Apesar do Benfica ainda não ter anunciado oficialmente, o antigo clube já confirmou a vinda do jogador por 5 anos e quatro milhões de euros. Este é mais um jogador que não conheço, e vou confiar que o scouting do Benfica tenha descoberto mais uma pérola.

Deixo-vos um vídeo, que como sabem, vale o que vale... Parece um jogador para jogar a 10 ou atrás do ponta de lança. Ou seja, um novo Djuricic. Mas como é esquerdino, vou também supor que a ideia deve ser substituir Gaitan. Vermos.


Tour de France está de volta!


Um dos meus desportos preferidos, até por ser aquele que pratico, é o ciclismo. Desde miúdo que acompanho as grandes voltas, com especial incidência no tour, na vuelta, e claro, na nossa volta. Hoje é por isso um dia especial, como é sempre o primeiro dia do tour de France. 


Este ano, com a vantagem de termos um ciclista português a ser apontado como um dos candidatos ao pódio. Ver o nome de Rui Costa no meio de nomes como Valverde, Contador, Purito Rodriguez, Froome, é sintomático do seu valor e daquilo que tem demonstrado nos últimos 2/3 anos.


Já agora, aposto em Tiago Machado para fazer alguma graça neste tour. Tem características idênticas de Rui Costa, e estando em forma, é um excelente ciclista.


Quem gosta de acompanhar o tour, pode fazê-lo todos os dias na RTP2, com os comentários do mítico Marco Chagas.


De volta... O Mundial e o Glorioso

Depois de umas férias aqui do blog, estou de volta. 

Apesar da campanha negativa da nossa seleção, o Mundial está a ser um dos mais espetaculares de sempre com grandes jogos e grandes golos. Ainda ontem, com um Brasil finalmente a justificar o seu favoritismo, vimos um ótimo jogo, com um fantástico golo de David Luiz. Por seu lado, a Colômbia nunca soube aproveitar o momento de forma e o jogo criado por James. Muito bom. Ainda achei piada ver a Colômbia queixar-se do árbitro, quando deviam ter tido alguns jogadores expulsos. Aquela entrada sobre Neymar foi agressão pura, e deixou-o fora do mundial...

Quanto ao Benfica, sinceramente tenho estado um pouco na expetativa. Muitas saídas anunciadas, mas poucas ainda confirmadas, deixam uma estranha sensação de total e ruinosa delapidação do plantel. Obviamente, espero eu, que isto é mais o habitual folclore dos jornais do que a realidade. No entanto, no ano em que temos de apostar forte no bicampeonato, que nos foge há demasiado tempo, ver tanta saídas não é um bom augúrio.

Já vendidos
Rodrigo (titular)
André Gomes
Siqueira (titular)
Garay (titular)

Em risco de sair
Oblak (titular)
Gaitan (titular)
Enzo (titular)

Há depois uma lista enorme de jogadores que dizem que vão sair, mas que não passa de especulação da imprensa. Contudo, fala-se ainda de nomes como Cardozo e Maxi. Se o primeiro ainda percebo, dada a mudança na forma de jogar da equipa, de Maxi não compreendo nem aceito. É um dos símbolos da equipa, e carrega consigo a a raça e a mística de que tanto falamos. 

A confirmarem-se todas estas saídas (tenho a esperança de que Enzo não saia), estamos perante uma sangria total à nossa equipa, com a qual perderemos a vantagem que ganhamos este ano. Mais uma vez... E já agora, se se confirmar a saída de Oblak por 20M, sendo um bom negócio, não concordo. Este é um GR para ficar muitos anos, e que poderia ser mais tarde vendido pelo mesmo valor. Se ele agora é tão bom, aos 25 anos, ainda novo, seria melhor, e continuaria a valer esse dinheiro. A sua saída é uma má opção. Péssima.

PS: quando à venda do Garay, tem de haver algo por trás. Só pode...



quarta-feira, 18 de junho de 2014

Bye Bye España


Uma Espanha irreconhecível, sem fio de jogo e completamente de rastos foi hoje eliminada do Mundial. Sem sequer ter chegado em condições de discutir o apuramento na última jornada, a Espanha segue os passos da França há uns anos atrás, quando perdeu a hegemonia do futebol mundial com estrondo.


É o fim de uma grande seleção, que certamente irá começar agora um processo de renovação que provavelmente vem tarde. Veremos se a nossa seleção não segue o mesmo caminho, já que muitos dos problemas espanhóis são idênticos aos nossos. Esperemos que não.


Bye Bye España, melhores dias virão!

Do 8 ao 80 em 90 minutos


De repente, o deus Ronaldo e a sua fabulosa equipa, passaram a meia dúzia de toscos, que nem deviam estar no Brasil, e que vão perder os jogos todos e envergonharem a sua pátria.


A nossa mentalidade é mesmo fantástica!


Nem antes éramos os maiores, nem agora somos uns coitadinhos!


Domingo a equipa dará a resposta adequada. É a minha convicção, e não tarda nada, este jogo será esquecido. 

terça-feira, 17 de junho de 2014

Não fosse aquele penalti caído do céu...


... e o Brasil estaria a ver a sua vinda bem negra!


A jogar assim, este Brasil nunca será campeão do mundo.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Dos dois, qual o pior?


A seleção ou o árbitro?

Escolha você...

Uma Alemanha demasiado forte para uma equipa sem fio de jogo, sem entrosamento, sem CR7, sem alma, sem concentração, e sem sorte com o árbitro. Esperemos que o próximo jogo seja bem diferente, senão, depressa nos veremos fora do Mundial.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Falando em trampa...


“Na gíria popular o futebol português funciona como aquele fenómeno fisiológico conhecido como ânus, onde temos duas nádegas que se enfrentam uma frente à outra, imponentes, não saindo de lá, dizendo uma à outra eu estou aqui e sou melhor que tu. E depois vão fingindo que aquilo não funciona dentro do mesmo esquema”. "[...] o problema é que entre algo fisiológico conhecido na gíria popular como um ânus, funciona, no passado no presente e no futuro, ou sai vento mal cheiroso ou trampa”.

Bruno de Carvalho dixit



Que adjetivo dar a estas declarações? Sinceramente, fogem-me as palavras. Ainda bem que não sou sportinguista, pois nesta altura estaria a enfiar-me por um buraco ao ver o meu presidente debitar declarações deste nível.



E ainda falando em trampa, que nome dar a estas declarações de Pinto da Costa?

«O FC Porto só tem que vender se quiser vender. Se não quiser vender, felizmente não é obrigado a isso. Se quisesse ter vendido já tinha vendido a equipa toda e não queremos»

Bolos para papalvos? Comédia? Demência?

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Vontade de rir


Bruno de Carvalho anda com vontade de rir. Mas o riso dele não engana ninguém, pois entre tantas risadas e ironias, lá escapou que, tal como outros, ele mentiu em relação a telefonemas e a afirmações de LFV.


quarta-feira, 28 de maio de 2014

Primeiro passo rumo ao bicampeonato


Com a confirmação de JJ pelo menos mais um ano, penso ter sido dado o primeiro passo rumo ao crucial e fundamental bicampeonato. Apenas com campeonatos consecutivos é que se consegue quebrar a hegemonia do Porto. Por enquanto é ótimo o trabalho e a evolução dos últimos anos, mas enquanto não vencermos de forma consecutiva, não conseguiremos quebrar hegemonia de outros. 


Por isso, e para meu agrado, como já aqui tinha referido, JJ irá continuar pelo menos mais um ano. E talvez contra a opinião de muitas pessoas, penso até que se deveria renovar já por mais dois anos. Dava-se maior estabilidade a JJ no próximo ano, e garantíamos uma importante receita caso ele saísse.

domingo, 25 de maio de 2014

Mas afinal, JJ fica ou vai?


Acredito que se vier uma proposta de um grande europeu, como um Milan, ele vá. Mas gostava de saber isso o mais depressa possível. Afinal, neste momento estamos em vantagem para o próximo campeonato, mas isso pode desaparecer rapidamente com um processo de substituição de JJ.


Da minha parte digo desde já que apenas temos a ganhar com a sua permanência. O bicampeonato é fundamental, e temos que começar já a definir as melhores condições para o alcançar! E na minha opinião, as melhores condições é com JJ e um número máximo de 3 saídas importantes.


Têm a palavra LFV e JJ.

A final mais bonita do mundo


Calma, foi a final mais bonita apenas por ter sido no nosso fantástico estádio. Porque em jogo jogado, a final do ano passado bate esta por KO. Mas valeu pela emoção. E meus amigos, o que não faltou neste jogo foi emoção. Aliás, mesmo merecendo o Real por tudo aquilo que fez nesta edição da Liga dos Campeões, ontem senti um amargo de boca ao ver uma equipa de raça, concentração e muita crença ser destruída ao minuto 92. Senti-me demasiado próximo deles para ficar contente pelo Real. Mesmo tendo ficado feliz por ver a "nossa" ala a titular numa final, e ver o Angelito a ser o melhor jogador. 


Foi épico, foi emocionante, e foi até ao fim. Para uma final não posso pedir muito mais.


Parabéns Real! Parabéns Atlético!

quinta-feira, 22 de maio de 2014

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Marco Silva no Sporting


Não vou esconder: gosto do treinador Marco Silva. Vejo-o como um futuro treinador do glorioso. Mas ao contrário do que possam pensar, não fiquei triste pela sua entrada no Sporting. Bem pelo contrário. Antes de vir para o Benfica, ele deve subir lentamente na carreira, mostrando o que vale em clubes de média dimensão, como é o Sporting. Daqui a alguns anos, já com outra tarimba, estará perfeito para substituir JJ.

:-)

domingo, 18 de maio de 2014

E Portugal é todo nosso, olé, olé!




Campeonato
Taça da Liga
Taça de Portugal

Parabéns aos jogadores, equipa técnica, direção, e claro, a todos nós, adeptos incansáveis no apoio e na crença da vitória! Época quase perfeita, que deve ser louvada, e claro, a base para próximas épocas vitoriosas. 


Viva o Benfica! 

Rumo ao um final feliz


Ao contrário da época passada, temos hoje todas as condições para alcançar algo inédito no futebol português, e para terminarmos a temporada a sorrir. Nos últimos 10 anos, nunca fomos a última equipa a fazer a festa, coisa que sempre considerei importante.


Hoje temos a hipótese de conquistar o triplete, e enriquecer mais esta fantástica época.


Quanto aos anónimos que por aqui têm passado, para dar conta da sua alegria, fico feliz por saber que ficam contentes. Mais ainda, desejo para todos vós mais uns quantos finais de época semelhantes a esta.


Força Benfica, rumo à dobradinha e rumo ao triplete!

sábado, 17 de maio de 2014

No futebol também há justiça!


Parabéns Atlético de Madrid! Com o empate arrancado em Camp Nou, conseguiram ser campeões frente a dois rivais com plantéis muitíssimo mais valiosos. 

Mostraram a todos que nem sempre é necessário o orçamento maior para bater o pé aos mais poderosos. Só tive pena que o Liverpool tivesse fraquejado no último momento para este ano ser uma autêntica lição!

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Incrível!


Em Portugal critica-se o Benfica por ter perdido a final, mas em Espanha aceita-se a influência do árbitro na vitória injusta do Sevilha. A nossa comunicação social, tão rápida a defender CR7, Reais de Madrid e Mourinhos desta vida, esquece-se de defender o que é nosso. É incrível a forma despudorada como estes comentadores espanhóis apontam o dedo a um árbitro que falhou clamorosamente, dando literalmente a taça ao Sevilha. Mais, não têm quaisquer problemas em dizer que houve 3 penaltis que ficaram por marcar, ao invés da tímida aceitação de 1 (!!!!) penalti a nosso favor. 


O penalti do Cardozo

Tenho lido e ouvido muita gente a falar do penalti do Cardozo de uma forma que eu acho bastante injusta. Vamos lá ver:


Primeiro, qualquer penalti que não vá para o canto superior é defensável. Depende da força com que se remata e da elasticidade do GR.


Segundo, qual a diferença entre o penalti de Cardozo e o de Luisão? Tivesse o Beto saltado para o lado oposto, e o penalti teria sido bem marcado...


Terceiro, e mais importante, o penalti do Cardozo ia direitinha ao canto, e Beto só o defendeu porque já estava quase 3 metros à frente. Tivesse ele estado onde as regras mandam, e nunca chegaria àquela bola. Pois é! Além  dos penaltis não marcados durante o jogo, fomos ainda prejudicados neste lance, decisivo na hora H. Se os jornais se esquecem disso, eu não me esqueco.


A sorte que nos tem acompanhado abandonou-nos ontem...


Mas o meu orgulho na nossa equipa mantém-se!



quarta-feira, 14 de maio de 2014

Onze para hoje


Eu jogaria assim:

Oblak
Maxi, Luisão, Garay e Siqueira
Ruben e André Almeida
Sujlemani e Gaitan
Rodrigo e Lima

Colocaria o Sujlemani de início, pois acho que o Ivan é um bom jogador para quando há mais espaço, logo, para lançar mais perto do fim se for necessário.

Força Benfica, está na hora de matar o borrego!

E contra todas as provas...


... a UEFA decidiu manter o castigo a Markovic.


Não importa. Tenho confiança na vitória, mesmo com as várias ausências!

terça-feira, 13 de maio de 2014

domingo, 11 de maio de 2014

Afinal, o Benfica venceu nas antas!


Após uma espécie de vitória da equipa quase titular do Porto, contra um conjunto de reservas e jogadores da equipa b, com apenas 3 habituais titulares, o plantel do Porto ter comemorado como mostra a imagem, só pode nos dar alento para o futuro.

Enquanto os jogadores do Porto se sentirem com vontade de comemorar após a temporada que fizeram, só me deixa mais confiante no futuro do Benfica. Esta foto é a vitória do Benfica!


quarta-feira, 7 de maio de 2014

E a primeira final já cá canta!


A Taça da Liga é novamente nossa. Este troféu que outros desvalorizam, mas que todos tentam ganhar, voltou às mãos da equipa que mais a sério tem levado, perfazendo 5 títulos em 7 possíveis. Numa boa exibição, contra uma equipa que valorizou bastante o nosso triunfo, o Benfica mostrou que está concentrado nas vitórias, e tem assim um bom prenúncio para a próxima semana.


Quanto ao jogo em si, apenas vos digo isto: mesmo confiando no nosso plantel, a falta que Enzo e Markovic vão fazer na próxima quarta! 


Esta semana e meia é na prática uma refeição completa. A entrada já foi, e bem saborosa. De seguida vem umas azeitonas para entreter o tempo. Depois, é hora do prato principal e da sobremesa. E meus amigos, eu quero a refeição completa!